GPDX - Grupo Português de DX

GPDX - Grupo Português de DX

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

44ºC ao Sol

Não obstante o intenssíssimo calor que se fez sentir , com temperaturas de 44 º C, o prometido era devido e o GPDX iniciou pelas 09:00 h a montagem da antena Optibeam OBLY20-5 do colega CT1IW que havia sido baixada devido a avaria. O team era composto por CT1EEQ, CT1CEH, CT1EGW, CT1FPA e CT1IW.

A grua apresentou-se ligeiramente atrazada e ainda por cima , ao circular já na rua do CT1IW, arrancou vários cabos de telecomunicações que ATRAVESSAM A MESMA A UMA ALTURA ILEGAL , agravado pelo facto destes cabos, por acção da elevada temperatura, estarem com uma catenária muito acima (abaixo...) do normal. Depois de resolvidas as questões burocráticas associadas a este 'incidente', deu-se início á montagem da antena - que já estava completamente pronta - e que decorreu sem qualquer problema.

Esta antena, e já confirmado noutros modelos da mesma marca, tem problemas de concepção mecânica graves. A Optibeam já foi alertada para várias situações passíveis de serem corrigidas mas à boa maneira (arrogante) alemã não liga nenhuma e alega que se trata de má montagem.
O boom, de secção quadrada,  é composto por diversos sectores fixados entre si por placas que são apertadas com parafusos M12 qe roscam nessas chapas. Com a vibração (provocada pelo vento) e fenómenos de ressonância, alguns destes parafusos desapertaram e ficaram a fazer contacto com o gamma match (que "corre" na parte inferior do boom) , pelo que tornou a antena inoperacional nos 17 e 20 m. Esta foi a razão principal para a antena ter de ser baixada.

É MANDATÓRIO UTILIZAR LOCTITE (243) em TODAS as roscas.
Ainda neste caso, as braçadeiras que apertam o boom ao mastro são declaradamente frágeis para suportar o binário que um boom de 15 metros de comprimento (também ele de secção (quadrada) transversal ridiculamente pequeno (é igual à da OB13-6...esta com boom de 8 m)). Estas braçadeiras devido ao aperto deformam-se (abrem) e dado que apenas "tocam" o tubo do mastro através dum pequeno denteado , qualquer solicitação mais forte de ventos , fazem a antena rodar no mastro. Neste caso foram portanto fabricadas 2 maxilas (4 meias-maxilas) que envolvendo o mastro em cerca de 80 % da sua área e com um acabamento interior rugoso, garantem uma fixação eficiente. O rotor da Prosistel, também vinha com maxilas que tocam o mastro em apenas 4 geratrizes , pelo que foi fabricada uma maxila que envolve o mastro e garante o contacto em mais de 80% de toda a superficie do tubo. Garante que não roda por acção do binário provocado pelo vento.
Outro problema que foi corrigido, diz respeito ao espiamento do boom. Originalmente vem unicamente com 2 espias o que é manifestamente insuficiente , dada a esbeltez do boom quando solicitado lateralmente por ventos. Foi colocada uma 2ª ordem de espias no plano vertical. Também deveria ser colocada uma ou duas ordens de espias no plano horizontal. O boom é extremamente esbelto o que influencia na fiabilidade mecânica da antena pois induz esforços e vibrações que fragilizam as múltiplas ligações aparafusadas desta enorme antena.
No que diz respeito ao funcionamento eléctrico a antena é ótima , totalmente broad.

CT4NH, Luis Teixeira (06-08-2018)

In spite of the very intense heat that was felt, with temperatures of 44 º C, the promised was due and the GPDX began at 9:00 am the erection of the Optibeam OBLY20-5 antenna of colleague CT1IW that had been down since several weeks due to a malfunction. The team consisted of CT1EEQ, CT1CEH, CT1EGW, CT1FPA and CT1IW.

The crane was slightly delayed, and on top of that, as it was already circulating in the street of CT1IW, it ripped off up several telecommunication cables, THAT TURNS AT AN ILLEGAL HEIGHT, aggravated by the fact that these cables, due to the high temperature, had a catenary much higher (below ...) than normal. Once the bureaucratic issues associated with this 'incident' had been resolved, the antenna assembly - which was already completely ready in the garden - began and went smoothly.

This antenna, as already confirmed in other models of the same brand, has serious mechanical design problems. Optibeam has already been alerted to several situations that should be corrected but the answer was typical (German...), which means no positive answer! Saying that those problems were due to errors in the assembly. No comments.

The square section boom is composed of several sectors secured together by plates which are tightened with M12 screws and threaded on these plates. With the vibration (caused by the wind) and resonance phenomena, some of these screws loosened and they made contact with the gamma match (that "runs" in the bottom of the boom), reason why it made the antenna inoperative in the 17 and 20 m. This was the main reason for the antenna having to come down.

IT IS MANDATORY TO USE  LOCTITE (243) in ALL threads.

Still in CT1IW's case, the clamps that tighten the boom to the mast are reportedly fragile to withstand the torque that one 15-meter-long boom (also ridiculously small (square section) cross-section (is equal to that of OB13-6 ... this one with one boom of 8 m)). These clamps due to tightening slightly deform (open) and given that they only "touch" the mast tube through a small dent, any stronger winds, make the antenna rotate in the mast. In this case, therefore, 2 jaws (4 half-jaws) have been manufactured, which involve the mast in about 80% of its area and with a rough interior finish, guarantee an efficient fixation. Prosistel rotator also came with jaws that touch the mast in only 4 generating lines, so one big jaw was fabricated that envelops the mast and guarantees contact on more than 80% of the entire surface of the tube. It guarantees that it does not turn by action of the torque caused by the wind.

Another problem that has been fixed concerns the support of the boom. Originally it only comes with 2 guy wires which are manifestly insufficient, given the slenderness of the boom when requested laterally by winds. A second order of guy wires was placed in the vertical plane. Also one or two levels of guy wires should be placed in the horizontal plane. The boom is extremely slim which influences the mechanical reliability of the antenna as it induces stress and vibration that weakens the multiple screw connections of this huge antenna.

As far as electrical operation is concerned the antenna is good, fully broadband.

CT4NH, Luis Teixeira (06-08-2018).


Segue fotos tiradas por/ Photos by : Arménio CT1CEH e Duarte CT1FPA.

CT1EEQ Luis, "qual Salgueiro Maia"

CT1IW, CT1EGW e na grua CT1EEQ


O Poderoso Rotor

Antena em baixo.

..em ascensão 


..e finalmente no topo !

SWR em 12m

SWR em 10m

SWR em 15m

SWR em 17m

SWR em 20m

Maxilas "custom" de CT1IW

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Masaru Hanazaki, JA5AQC, @ Portugal !

Para muitos é o unico contacto com o Japão na banda dos 80 metros ...de facto a excelente estação do Masaru Hanazaki, JA5AQC, com a sua antena direcional (da CREATE) de 3 elementos naquela banda tem proporcionado um novo DXCC a centenas de Europeus!
Tivemos o privilégio de receber a sua visita , e o GPDX  acompanhou o nosso simpático colega Masaru , proporcionando-lhe contacto com outros colegas e até uma visita à feira da ARAL na Marinha Grande! para além de toda uma experiência gastronómica que lhe ficará decerto na memória!

For many it is the only QSO with Japão on the 80m band, indeed the excelent radio station of Masaru Hanazaki, JA5AQC, with the 3 element beam antenna (from CREATE), has made possible a new DXCC on that band for thousands of europeans !
We had the priviledge of having him visiting Portugal, and the GPDX shown him around making it possible to meet other fellow hams and even visit the ARAL hamfair at marinha Grande, not to mention the excellent experience with the portuguese gastronomy.







Masaru JA5AQC and Vitor CT1WO

(Left to right) CT1EGW Arlindo, CT1EEQ Luis, CT1WO Vitor, JA5AQC Masaru and CT4NH Luis 


Masaru JA5AQC and José CT1AOZ

The great Antenna System at JA5AQC

sexta-feira, 25 de maio de 2018

António Pedro, CT1DGK - Silent Key

O nosso colega António Pedro CT1DGK faleceu no dia 23 de Maio, como membro activo e fundador do grupo merece que sejam apresentadas na nossa página algumas palavras sobre ele e o seu percurso na rádio. Pedimos a outro colega e amigo mais próximo (António Ribeiro CT1DJE) que escrevesse um pequeno texto que publicamos abaixo.

Our radio friend António Pedro CT1DGK has passed away on the 23rd of May. He was one the founding members of GPDX and a keen participant. We asked another fellow ham and close friend of him (António Ribeiro CT1DJE) to write some words about him and his amateur radio life.
The text is presented below only in the original language.


Foi a 23 de Maio de 2018. que António Pedro, CT1DGK, nos deixou para sempre.

O seu interesse pela rádio começa no início dos anos 80 através da Banda do Cidadão, tal como muitos do seu tempo, e é através da estação “Fragata” que dedica horas sem fim a contatar com inúmeros amigos que mais tarde viriam a ser amadores como ele, entre outros o António Mourão (CT1DHF), o Orlando Mascarenhas (CT1DHW, o José Ferreira (CT1DNU), o Carlos Ferreira (DT1DYH) e outros .

Entusiasmado por um colega de trabalho, Carlos Orlando /CT1BY) inicia-se nas artes do radioamadorismo fazendo exame para a então classe C a 08 de Outubro de 1985.

De imediato a sua paixão pelo DX leva-o às bandas de HF, por um lado, e à banda de VHF (2 metros) onde participa numa “roda” de DXers como o CT1TM, CT4IS, CT1AHU, CT1BFN e outros, que aí partilhavam as estações de DX escutadas entre si e permitiam que os colegas pudessem “trabalhar” algumas “figurinhas”, lembremo-nos que à época não existia o packet-cluster. É precisamente com a aparição do packet que se junta a um grupo de amigos (CT1AHU, CT1BWW, CT1CFH, CT1DIZ, CT4UW, CT4NH e outros) e funda em 1995 o Grupo Português de DX no qual participou ativamente ocupando vários cargos diretivos.

Para além do GPDX é sócio da Rede dos Emissores Portugueses, mesmo antes de ser radioamador, onde fez parte de direções e conselho geral. Durante um dos seus mandatos cria os diplomas Bartolomeu Dias, Vasco da Gama, CTDX100 e Expo98, evento onde participa ativamente na organização duma estação de radioamador (CT98EXPO) no evento sendo um dos seus operadores, bem como na “negociação” com a ANACOM dos prefixos especiais comemorativos da exposição e que estiveram ativos durante todo o ano de 1998.

O seu sentido de “servir” levou-o a participar em inúmeros Jamborees no Ar, quer colaborando com os escuteiros quer com as guias. Ainda e nos escuteiros colaborou na realização de cursos para obtenção de licenças de radioamador, acampamentos e Fiel-Days.

Participou em muitas outras atividades cuja descrição seria fastidiosa.

Por todos estes fatos o radioamadorismo nacional deve-lhe estar grato.

Bem hajas Pedro, não te esqueceremos

quarta-feira, 23 de maio de 2018

4Z4DX in Lisbon !

Recentemente tivemos a visita a Lisboa de Dov Gavish 4Z4DX, segue abaixo algumas fotografias com elementos do GPDX, José CT1EEB e Luis CT4NH.

Recently we had the visit to Lisbon of Dov Gavish 4Z4DX, below are shown some photos of him with GPDX memebers José CT1EEB and Luis CT4NH.

José CT1EEB and Dov 4Z4DX

4Z4DX @ CT4NH

Dov 4Z4DX and Luis CT4NH


Dov 4Z4DX